Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo
Página inicial > Comunicação > Notícias > Bino Lopes é Campeão Brasileiro de Surfe em Torres
A A A
Publicação:

Bino Lopes é Campeão Brasileiro de Surfe em Torres

Campeonato de surfe em Torres define o Campeão Brasileiro de 2015
AST PRO 2015 fechou com chave de ouro o Circuito Brasileiro Profissional na Praia dos Molhes, em Torres - Foto: Harleyson Almeida/AST

Marcos Fernandez foi o vencedor do AST PRO 2015

           O surfista baiano Bino Lopes sagrou-se campeão Brasileiro de Surfe Profissional 2015 neste domingo (20/12), na praia dos Molhes, em Torres (RS), ao passar para a fase semifinal do AST PRO 2015. Já outro baiano, Marco Fernandez, conquistou o título da etapa ao derrotar Willian Cardoso.

           O AST PRO 2015, decisão do campeonato Brasileiro de Surfe Profissional, iniciou na quarta-feira (16) e foi finalizado com boas aondas neste domingo (20), contou com a apresentação da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul, através do Programa Pró-Esporte, e NET vem pro Sul, distribuindo R$ 80.000,00 (oitenta mil reais) de premiação e 8.000 pontos para o ranking do certame. Esta foi a maior premiação já distribuída em uma etapa no Rio Grande do Sul, a maior do circuito em 2015, além de ser também a que mais pontuou.

O domingo iniciou com cinco atletas ainda com chances de levar o título de Campeão Brasileiro, mas com o decorrer das disputas, todos foram despachados por Bino Lopes. Embora as condições climáticas não fossem as melhores, o mar apresentou ondas de três pés, com maiores na série, possibilitando um leque de manobras diferenciadas.

           Na fase semifinais do AST PRO 2015, etapa final do circuito, o catarinense Willian Cardoso venceu o campeão brasileiro, Bino Lopes, ao somar 14,93 pontos, enquanto Lopes conseguiu apenas 13,00. Na segundo segunda semifinal Marco Fernandez derrotou Robson Santos com a nota 13,77 contra 9,90.

           A final foi disputada entre o catarinense Willian Cardoso e o baiano Marco Fernandez, que levou a melhor ao somar 15,50 pontos em suas duas melhores ondas, embolsando R$ 20.000,00 de premiação e 8.000 pontos no ranking. Cardoso conseguiu 12,83, ficando com a segunda colocação, levando para casa R$ 12.000,00 e 6.880 pontos.

           Bino Lopes comemorou muito o resultado. “Estou feliz, trabalhei muito para chegar neste resultado. Foi um ano longo e com competições bem difíceis. Agradeço a todos que me ajudaram a chegar neste dia. Estou muito feliz, o ano foi especial para mim. Vou comemorar muito, voltar para a Bahia e cumprir alguns compromissos com meus patrocinadores. Os organizadores desta última etapa estão de parabéns, tinha tudo que precisamos para competir com traquilidade”, declarou.

           O presidente da Liga Rio-Grandense de Surfe (LRS), Carlos Freitas, agradeceu aos envolvidos nas atividades da Liga. “Temos muito que festejar e agradecer. Aos patrocinadores, apoiadores, equipe de trabalho, os surfistas e todos que ajudam a desenvolver o surf no Rio Grande do Sul. Tenho certeza que teremos um grande ano em 2016”, projetou.

           Já o presidente da Associação dos Surfistas de Torres (AST), Renan Borba, destacou “que o evento foi um sucesso, todos na praia e até mesmo em casa, acompanhando pela web, gostaram muito. Dentro do mar os melhores do país garantiram um verdadeiro espetáculo de surfe. Na beira da praia os patrocinadores abraçaram o evento, trazendo muitos benefícios principalmente para o público. Agradeço a NET, Dado Bier, Água da Pedra, ao Governo do Estado, através da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer (SETEL), e todos os apoiadores, os atletas, e a minha equipe, que acreditaram no nosso trabalho. Estamos numa caminhada para a cada ano melhorar ainda mais o surfe no Rio Grande do Sul. Obrigado a todos!”.

           Antes da bateria final o De Lucca Air Show, uma expression session, com surfistas realizando manobras arrojadas e radicais, premiou com uma prancha novinha, uma roupa de borracha e um skate, o surfista Edgard Groggia.

           Na sequência, o surfista Paulo Ricardo de Souza, acompanhado de Robson Gasperi, Felipe Bras e Robson dos Santos, realizaram uma apresentação de Surfe Adaptado, mostrando que dentro do mar, assim como deve ser na vida, todos são iguais. A proposta da atividade é de difundir a cultura da prática esportiva por portadores de deficiencias físicas.

           A Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul, através do Programa Pró-Esporte, e NET vem pro Sul apresentou o AST PRO 2015, que contou com o patrocínio da NET, Dado Bier, Água da Pedra, Actor, Restaurante Cantinho do Pescador e da Prefeitura Municipal de Torres. A realização foi uma parceria entre a AST, Grupo Austral, Liga Rio-Grandense de Surf (LRS) e Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP).Texto: Ernani Campelo/Fundergs

Fotos Harleyson Almeida/AST

 

Endereço da página:
Copiar
Fundação de Esporte e Lazer do RS